sábado, 3 de janeiro de 2009

Tentando "decifrar" a Astrologia..

Desde há uns tempos para cá que o mundo da astrologia me tem vindo a fascinar, e por isso há 1 ano atras decidi enveredar-me por esse mundo e fiz um curso de um ano...desde então, olho para os mapas e tento "ver" ali qualquer coisa... até agora com muito custo porque eu tenho uma certa tendência em ir buscar o âmago da questão e enquanto nao consigo, ando ali às voltas, às voltas, e muitas vezes entro no reino da confusão...misturo tudo e depois dou o tilt..e desligo até voltar a ligar.. :)

Isto tudo para dizer que há bocado, enquanto lia um texto publicado no site da nova-lis (http://www.nova-lis.com/) sobre o Astro-Rei Sol, acho que SENTI o que é o signo! o que é, o que significa nascermos com um determinado signo. E a diferença entre signo e ascendente..porque sempre me fez imensa confusao distinguir signo e ascendente..nao conseguia entender a diferença...e os livros nao me satisfaziam...lia, lia e não conseguia perceber qual a diferença, o que distinguia o signo solar e o ascendente...porque ambos falam das tuas caracteristicas..de como és, da tua personalidade..

então, ao ler o texto, penso que se fez um clique e SENTI a diferença e singularidade de cada um, a qual passo a tentar pôr em palavras aqui:

Senti que o signo é aquilo que te podes tornar através do teu ascendente! o signo é aquela energia em que podes vir a vibrar se atingires a maturidade do teu ser... é a qualidade que podes atingir, que está ao teu alcance num nivel superior, se chegares lá...é a maior qualidade que podes ter quando aplicares o teu real SER! E na materialização de quando estiveres a SER, é a qualidade do signo que mais se expressa, se evidência!

Por seu lado, o ascendente és tu no caminho de tentar chegar LÁ, ao topo, ao SER. és tu na escada, és tu andando.. caminhando nas estradas da vida. És tu num plano ainda mais egoico, mas o que empurra ao mesmo tempo para o plano superior...

Ao sentir isto, logo me veio ao espirito que o signo é como se fosse a qualidade da dádiva que dás ao mundo...como se fossemos todos um grupo, cada grupo com uma função, em que todos os carneiros são destinados (quando atingirem a maturidade do seu SER) a abrir caminhos, portas, a entrar em acção sem pensar muito nas coisas...porque em tudo na vida é preciso o primeiro impulso...então, a impulsividade, a acção irreflectida, a agressividade inerentes do signo do carneiro são, numa perspectiva abrangente, de funcionamento das energias que empurram o mundo, qualidades positivas pois em todo o grupo é sempre necessário haver aquele que dá o empurrão sem pensar muito...e depois aquele que materializa esse empurrão (Touro) e depois o que pensa (gémeos) e depois o que sente (Caranguejo) e depois o que ama (Leão), etc, etc..O signo é a tua mais bela qualidade no grupo, no funcionamento do grupo para fazer movimentar qualquer coisa...e o mundo é um grande e belo grupo! cada vez mais! em que somos todos peças fundamentais na sua construção!

então, o signo ascendente é a forma individual que te vai ajudar a chegar à expressão da tua energia solar...e o sol brilha para o mundo, para todo o planeta! até porque ao ler nos livros as caracteristicas de cada signo solar, sobre os aspectos positivos e negativos, não cabia para mim a ideia do sol ao brilhar ser "coxo", pois quando brilha, ele realmente brilha e as qualidades que pensamos e se diz serem "más" em cada signo, são na realidade boas, fundamentais, unicas e o que faz distinguir signo para signo! por isso, tantas pessoas ao quererem saber mais sobre o seu signo, a primeira pergunta que fazem é: "é um signo bom ou mau?"... logo aí, sempre achei que havia qualquer coisa que não batia certo.. porque para mim não há signos bons nem maus... cada signo é brilhante e expressa uma energia, que se chegarmos a vibrar por ela, estamos a dar o nosso contributo ao mundo! é quando, por exemplo, a agressividade, a combatividade inerente ao carneiro não é uma coisa má (como sempre se diz) mas uma das qualidades fundamentais para dar inicio a algo, o que impulsiona a inacção para a acção.. é quando a sensibilidade inerente ao signo de caranguejo não é avaliada como uma coisa "má" (porque quem é sensivel sofre mais..segundo se diz por aí..) mas como a grande caracteristica desse signo, que manifestada pelo individuo que já está no "topo da montanha", consegue ser luz para os outros ao evidenciar que ser sensivel, que chorar quando tem de se chorar, ou rir quando tem de se rir, que viver as emoções quando elas pedem para ser vividas, de forma aberta, é fundamental. claro que existem pessoas desmesuradamente agressivas ou que vivem infelizes porque não conseguem lidar com sua sensibilidade extrema e isso não é uma qualidade...é algo que precisa ser equilibrado, mas julgo que isso não se encontra analisando o signo; encontra-se, penso eu, analisando como o planeta associado a essa caracteristicas se encontra no mapa (neste caso, marte, regente de carneiro ou a lua regente de caranguejo).

tudo isto são suposições, é a minha perspectiva...a minha intuição sobre o assunto. talvez não tenha nada a ver..talvez esteja a "ver" a coisa de pernas para o ar...nao sei. é apenas o que sinto sobre a coisa. :) por isso aceitam-se sugestões, reclamações, declinações, informações e outros "ões" que tais sobre o tema..porque estamos sempre a aprender!! eu, pelo menos, quero!

Um bem-haja a todos!!

5 comentários:

cova-do-urso disse...

Pat

Com "muito" atraso:

lindíssimo texto.

É uma epifania!

beijo

António

Patrícia disse...

isso quer dizer que não estou a imaginar coisas?? :)
revelaçao pra mim foi essa tal de epifania que nao conhecia :)
obrigada pelo comentário! fique bem! :)

The Stiletto Effect disse...

Eu não ligo a estas questões da astrologia, mas às vezes há coisas que me fazem pensar... batem certo demais!
xoxo
Su

Carlos Nealdo disse...

Patrícia,

Obrigado pela visita ao Tapa de Humor.

Um abraço do Brasil para você.

Fada Moranga disse...

Nao, nao estas a imaginar coisas! Foi maravilhoso ler-te! Eh assim que eu sonho tambem, com todos a brilharem, todos a descobrir a sua luz! :-)

Um grande beijo*de Fada